Make your own free website on Tripod.com
 

+ Principal
+ Do campo para a cidade
+ Metropolização
+ Brasil, um país urbano
+ A hierarquia urbana brasileira
+ Os grandes problemas
sociais das grandes cidades
 
 
 
 

Os grandes problemas sociais das grandes cidades
22/08/2005

A internacionalização da economia brasileira produziu aglomerações urbanas que se transformaram ao mesme tempo em pólos de atração de grandes investimentos e pólos de multiplicação de pobreza e de problemas sociais.

As grandes obras beneficiaram indiretamente as po pulações mais pobres, mas os problemas imediatos nãc foram resolvidos: desemprego, periferização, submoradia, escassez e decadência da escola pública, deterioração dos serviços populares de assistência médico-hospitalar, falta de transportes coletivos e de infra-estrutura urbana, como pavimentação, luz, água e coleta de esgotos.

A submoradia dos pobres, muitas vezes, situa-se nas áreas centrais, as mais deterioradas das grandes cidades, formando cortiços em que famílias inteiras estão instaladas num único cômodo. A proximidade do local de trabalho, porém, representa uma economia considerável com o transporte diário. 

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (lBGE) considera favelas os aglomerados que reúnem pelo menos cinqüenta moradias, precariamente construídas, carentes de infra-estrutura urbana e localizadas em terrenos que não pertencem aos seus moradores. A maioria dos terrenos onde as favelas se localizam pertence ao poder público, que nos últimos anos tem desenvolvido alguns programas de urbanização dessas áreas com o objetivo de oferecer uma infra-estrutura mínima para os moradores.