Make your own free website on Tripod.com
 

+ Principal
+ Do campo para a cidade
+ Metropolização
+ Brasil, um país urbano
+ A hierarquia urbana brasileira
+ Os grandes problemas
sociais das grandes cidades
 
 
 
 

Do Campo para a cidade
22/08/2005

Crescimento urbano e urbanização são dois processos distintos que representam indicadores fundamentais da geografia do mundo e do Brasil contemporâneo. O crescimento urbano diz respeito ao aumento da população que vive nas cidades e resulta apenas do crescimento natural ou vegetativo da população urbana. A urbanização, por sua vez, corresponde à transferência de populações originárias das zonas rurais em direção às cidades.

O novo modelo de desenvolvimento económico do Brasil industrial requeria um mercado consumidor unificado para poder se expandir. Para isso, o território brasileiro teve de ser interligado por grandes rodovias e pelos modernos meios de comunicação, que puseram em conta to as diferentes regiões e originaram novas relações sociais e económicas.

As empresas multinacionais preferiram se instalar junto às cidades em que a concentração populacional era maior, a infraestrutura urbana era mais moderna e a população mais qualificada para o trabalho urbano e industrial. A industrialização gerou empregos para os profissionais especializados, expandiu as classes médias e aqueceu o consumo urbano, estimulando o comércio e a prestação de serviços.

A introdução de indústrias baseadas num padrão tecnológico típico dos países ricos criou problemas sociais. A modernização da economia atraiu mais trabalhadores do que as novas atividades conseguiam absorver, resultando em desemprego nas principais cidades do país. Os trabalhadores menos qualificados para o trbalho não puderam empregar-se na nova indústria ou no setor de prestação de serviços mais moderno e concentraram-se nas atividades do setor terciário. informal, trabalhando como pequenos comerciantes, biscateiros, camelós e prestadores de serviços, como as oficinas de conserto (roupas, sapatos, eletrodomésticos, veículos), que atendem às populações de baixa renda. Ou seja, outro processo decorrente do modelo de modernização económica adotado pelo país foi o crescimento do subemprego.